Varanda da Folia Foto Alfredo FIlho
Foto: Alfredo Filho/ Secom PMS

Nem só de pagode e axé é feito o Carnaval de Salvador. Na Varanda da Folia, no Circuito Osmar (Centro), a diversidade de gêneros é a marca principal. Depois que os trios passam, a multidão se reúne para curtir shows exclusivos. Nesta segunda-feira (12), a lambada de Beto Barbosa animou a galera.

O cantor elogiou a estratégia da Prefeitura de colocar, pelo segundo ano consecutivo, mais um espaço para fortalecimento das atrações no local. A Varanda da Folia faz parte do projeto Cole no Centro, que incentiva a festa no circuito mais tradicional da cidade.

“Isso é maravilhoso, é mais uma ideia da Bahia. O trio passa e fica aquele vácuo no meio, então vamos colocar o povo para dançar ali. De repente, quem gosta fica, quem não gosta vai andando, e isso é o Carnaval”, disse ele.

No ano passado, Beto Barbosa marcou presença no Carnaval soteropolitano ao lado da cantora Claudia Leitte. Ele conta que Salvador tem um lugar guardado em seu coração.

“Beto Barbosa sempre tocou em Salvador. É um momento onde as pessoas tocam muito a minha música, é uma música festiva, alegre, dançante. O Carnaval é isso: ele não tem um segmento, é a festa do povo, onde cada um dança como quer, mostra a sua cultura, a sua energia. Isso é o Carnaval”, completou.

Programação – A Varanda da Folia abriu a segunda-feira (12) de Carnaval com show do FitDance. O grupo apresentou um vibrante repertório de coreografias para os foliões. A grade ainda teve o cantor Gerônimo, ícone da música baiana, que levou para o palco hinos carnavalescos.

A artista elogiou a varanda na Passarela Nelson Maleiro e disse torcer para que o projeto continue nos próximos anos. “Toda ideia boa fica. Eu espero que a Varanda da Folia permaneça pelos próximos anos”, afirmou.

Antes da apresentação, Gerônimo não quis fazer previsão do seu show. Segundo ele, a emoção do público conduziria a festa. “Eu vou sempre tentar fazer o melhor do meu trabalho, observando os espaços e vendo os melhores momentos”, explicou.

Em seu terceiro dia de Carnaval no Circuito Osmar, a enfermeira Jéssica Costa, de 28 anos, aprovou a ideia da Varanda da Folia. Junto com amigos, ela fixou ponto nas proximidades do Teatro Castro Alves. “Achei esse ano bem tranquilo. Fico aqui olhando a passagem dos trios e depois aproveito os shows”, contou.

Nesta terça-feira (13), sobem ao espaço Fit Dance, David Moraes, Nadjane, Dan Valente, Marcionílio Prado e Caramba Cara.

Fonte: SECOM/Salvador