Vitaminas não reduzem o risco de morte por Covid, aponta pesquisa

24

As vitaminas não fazem diferença na chances de desenvolver quadros graves de Covid-19, apesar de serem essenciais para garantir que o sistema imunológico funcione corretamente para combater infecções, conforme um estudo publicado na revista científica Clinical Nutrition. De acordo com o Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, os pesquisadores da Universidade de Toledo, nos Estados Unidos, analisaram dados de 26 estudos diferentes sobre o papel das vitaminas no tratamento da infecção do coronavírus. Diante da apuração dos estudiosos, que compararam dados de 5.600 pessoas hospitalizadas com a infecção, não foi verificado benefícios em relação ao risco de mortes em nenhum dos pacientes que receberam suplementação. Para os pesquisadores, os resultados não mostram que as vitaminas são desnecessárias ou fazem mal aos pacientes, apenas que não produzem efeitos no tratamento da Covid-19. "É importante que as pessoas entendam que tomar esses suplementos não se traduz em uma melhor evolução do quadro. A outra mensagem é que a resposta a essa doença é a vacina. A suplementação de micronutrientes não vai substituir a falta de imunizantes ou fazer você não precisar deles", explica o professor de medicina Ragheb Assaly, um dos envolvidos no levantamento.Fonte: