Vice da Ucrânia diz que troca de prisioneiros foi acertada com a Rússia

15

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A vice-primeira-ministra da Ucrânia, Irina Vereshchuk, disse que uma nova troca de prisioneiros foi acertada com a Rússia e que, ao todo, 30 ucranianos seriam libertados nesta quinta-feira (14). Entre os envolvidos no acerto estão cinco oficiais e 17 soldados, além de oito civis.

Na tarde de terça-feira, o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, propôs trocar o empresário Viktor Medvetchuk, aliado próximo a Vladimir Putin que foi recentemente detido na Ucrânia, por ucranianos presos na Rússia. Na quarta-feira, o Kremlin descartou a proposta.

O bilionário deputado chegou a ser cotado para compor um eventual governo títere caso a invasão russa tivesse derrubado o governo.

Contudo, após a prisão, o Kremlin disse que o bilionário "não tem canais de comunicação com a liderança russa".

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, se limitou a dizer que o compadre de Putin "é um cidadão ucraniano e político estrangeiro".

Fonte: Notícias ao Minuto