Quanto rendem R$ 100 mil em LCI por mês?

HomeEconomia

Quanto rendem R$ 100 mil em LCI por mês?

Muita gente ainda tem dúvidas sobre as novas regras adotadas para LCI e LCA, que impactaram sobretudo os investimentos a curtíssimo prazo. Na realidade, os novos prazos mínimos das letras de crédito seguem relativamente curtos, de até 1 ano. Ou seja, se o plano não é algo tão imediato, talvez o novo cenário não mude tanto para o investidor. Para entender melhor essas mudanças na prática, calculamos quanto rendem R$ 100 mil em LCI por mês e comparamos esse valor com a poupança e outros investimentos.

LCI: o que muda

Antes dos cálculos, vamos entender o que mudou nas letras de crédito imobiliário (LCI) e nas letras de crédito do agronegócio (LCA), dois produtos de investimento que ganharam força nos últimos tempos por serem isentos de Imposto de Renda.

A isenção de IR continua. No entanto, esse mercado passará por mudanças com as novas regras instituídas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional).

As principais estão no período mínimo de investimento e no lastro permitido para cada uma das operações. O prazo mínimo de investimento em uma LCA passa de 90 dias para 9 meses, enquanto o de LCI passa de 90 dias para 12 meses. Vale lembrar que, para quem já tem o produto contratado, nada muda. A regra é apenas para novas emissões.

O que é LCI e como ela funciona?

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) é um investimento de renda fixa emitido por instituições que financiam empreendimentos e atividades do setor imobiliário.

A dinâmica da LCI se parece muito a outros tipos de investimentos de renda fixa. Em outras palavras, você oferece um empréstimo a uma instituição, disponibilizando hoje esse dinheiro pra ela, e em troca ganha um retorno maior lá na frente.

A grande diferença em relação a outros investimentos de renda fixa é que o emissor do título deve direcionar esse dinheiro para o setor imobiliário.

Tipos de LCI

O retorno que você tem por esse acordo pode ser prefixado, pós-fixado ou híbrido:

  • LCI prefixada: você conhece a taxa no momento da compra. Por isso, o cliente já sabe quanto seu dinheiro vai render até o fim da aplicação;
  • LCI pós-fixada: é a modalidade mais comum. Você vai descobrir a rentabilidade somente no momento do resgate. A taxa pode ser CDI ou IPCA, índices que variam diariamente. Assim, o rendimento varia de acordo com fatores econômicos, como juros e inflação;
  • LCI híbrida: é a combinação dos dois tipos anteriores: paga um percentual fixo e outro atrelado a um indicador.

LCI x LCA

Se, de um lado, a LCI financia imóveis, a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), por outro, foca no agronegócio. Em resumo, a LCA é um ativo de renda fixa que direciona os valores captados dos investidores para financiar o agronegócio, auxiliando produtores rurais a comprar equipamentos e matéria-prima.

A rentabilidade de uma LCA se parece muito com a da LCI. Assim, ela também pode ter rentabilidade prefixada, pós-fixada ou híbrida.

Mas, afinal, quanto rendem R$ 100 mil em LCI por mês?

Para calcular quanto rendem R$ 100 mil em LCI por mês, contamos com a ajuda de Carlos Castro, planejador financeiro CFP e sócio-fundador da SuperRico.

“A projeção é feita com base numa tendência da taxa Selic. Então, com a taxa de juros caindo, de acordo com a projeção do Banco Central, os investimentos que são pós-fixados vão ter esse comportamento ao longo do tempo. O que é prefixado já está marcado e o que é inflação também tem uma tendência, de acordo com a projeção do boletim Focus”, explica Castro.

De acordo com o planejador financeiro, é importante fazer esses disclaimer porque, se as projeções do Focus não acontecerem, as projeções de investimento consequentemente também não ocorrem. “Assim, a projeção de um investimento aqui não está sendo baseada única e exclusivamente na taxa Selic, que está no momento em 10,75%”, explica o especialista.

Tabela: quanto rendem R$ 100 mil em LCI por mês?

O investimento em LCI, em meio a outras opções de renda fixa, é muito vantajoso, como já mencionado, porque não há incidência do Imposto de Renda.

Para a simulação abaixo, trazemos uma LCI que paga 90% do CDI, produto facilmente encontrado no mercado. Além disso, comparamos o rendimento com a caderneta de poupança (também isenta de IR), o Tesouro Selic 2029, bastante procurado pelos investidores brasileiros, e um CDB que paga 100% do CDI (que normalmente apresenta liquidez diária).

Quanto rendem R$ 100 mil na LCI por mês? 9 meses 12 meses 2 anos 3 anos 4 anos 5 anos
LCI 90% CDI – * R$ 108.294,63 R$ 116.580,20 R$ 125.311,55 R$ 134.293,85 R$ 144.567,33
LCA 90% CDI R$ 106.632,18 R$ 108.294,63 R$ 116.580,20 R$ R$ 125.311,55 R$ 134.293,85 R$ 144.567,33
Caderneta de Poupança R$ 104.904,12 R$ 106.170,00 R$ 112.720,69 R$ 119.675,56 R$ 127.059,54 R$ 134.899,11
Tesouro Selic 2029 R$ 105.997,36 R$ 107.735,95 R$ 115.918,64 R$ 124.275,07 R$ 132.855,87 R$ 142.634,94
CDB 100% CDI R$ 105.902,18 R$ 107.603,41 R$ 115.625,73 R$ 123.804,45 R$ 132.185,62 R$ 141.736,03
Rendimento de R$ 100 mil / projeção feita partir dos dados do Boletim Focus de 26 de março de 2024. Fonte: Carlos Castro, planejador financeiro CFP e sócio fundador da SuperRico, para a Inteligência Financeira. *O prazo mínimo de investimento em uma uma LCI passou de 90 dias para 12 meses.

Pensando no rendimento líquido mensal para prazo mínimo de investimento em uma uma LCI, que é de 12 meses, teríamos:

  • LCI 90% CDI: R$ 691,22
  • Caderneta de Poupança: R$ 514,17
  • Tesouro Selic 2019: R$ 644,66
  • CDB 100% CDI: R$ 633,62

Quais são as principais vantagens da LCI?

Umas das principais vantagens da LCI é a praticidade de investir. Você precisa somente de uma conta em uma instituição financeira. Vale pontuar que muitos títulos de LCI possuem uma aplicação mínima acessível.

Rendimento

Outro benefício da LCI é a previsibilidade do investimento. Ao aplicar em uma Letra de Crédito Imobiliário, você já sabe as condições de rentabilidade bem definidas. Esse rendimento pode ser um percentual do CDI ou então uma taxa prefixada.

Dessa forma, fica mais fácil realizar algum tipo de projeção e ter um controle sobre o seu fluxo de caixa porque há um prazo de vencimento para o título. Essa previsibilidade é um benefício em relação à renda variável.

Isenção de Imposto de Renda

A cobrança do Imposto de Renda não é uma questão para quem investe em LCI. Para essa modalidade de investimento, há isenção da cobrança.

Trata-se de um incentivo do governo para um setor considerado muito relevante para o desenvolvimento do país. Em resumo, você pode investir no segmento imobiliário, financiar projetos de construção civil e ter um benefício fiscal.

Cobertura do FGC

Outra vantagem de investir na Letra de Crédito Imobiliário é a cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), instituição que visa garantir o pagamento dos títulos bancários.

Isso significa que, caso você invista em uma LCI e a instituição financeira enfrente problemas financeiros, o FGC é o responsável por garantir o pagamento do seu investimento. O valor máximo garantido pelo FGC é de R$ 250 mil por CPF em cada instituição financeira.

LCI é segura?

Ao optar pela LCI, você deve pensar no “risco de crédito”, o nome técnico para o popular calote. Ainda que isso aconteça, como já mencionado, você conta com a proteção do FGC.

Na hora de escolher a melhor LCI para investir, tenha em mente que os juros devem ser proporcionais ao risco oferecido. É muito menos provável, por exemplo, que um grande banco não pague seus títulos do que bancos menores.

Por consequência, a rentabilidade das LCIs oferecidas pelas instituições maiores tende a ser menor, já que elas são consideradas mais seguras. Ou seja, elas possuem um menor risco de crédito.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS