Prefeitura de Salvador transfere gatos da Colônia de Piatã em definitivo para ONG

HomeSalvador

Prefeitura de Salvador transfere gatos da Colônia de Piatã em definitivo para ONG

Da Redação

A colônia de gatos de Piatã, conhecida há anos em Salvador, teve fim na manhã desta terça-feira (2). O jornal Correio informa que cerca de 250 animais estão sendo retirados do local, que era frequentemente utilizado para abandono de gatos, e transferidos para a ONG Doce Lar. Na organização, os gatos vão passar por cuidados e serão disponibilizados para adoção.

A remoção dos gatos é um plano com origem em janeiro de 2023, quando houve um chamamento público para avaliar a necessidade de transferência do local. Em outubro do mesmo ano, a ONG Doce Lar, que trabalha com a proteção animal desde 2001, foi selecionada para receber os animais. Apesar disso, a operação de remoção e realocação é realizada pela Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Resiliência e Proteção (Secis).

Titular da pasta, Marcelle Moraes explica o fim da colônia e detalha quanto será investido para manutenção dos animais na ONG. “A retirada dos animais é uma questão pública e, por isso, entendemos que era necessário retirá-los daqui e promover uma qualidade de vida para eles. Vamos custear o resgate e o acolhimento, promovendo alimentação, vacina e tratamento até a adoção dos gatos com um investimento de R$ 2 milhões por ano”, afirma a secretária.

O Correio destaca que, além da retirada dos animais, a operação é um gatilho para uma obra de requalificação da área onde os animais viveram por anos. Há, inclusive, um projeto do Prodetur de reforma na orla da capital, que também irá contemplar a área de Piatã. Como a colônia surgiu do abandono de animais, também haverá ações para inibir que isso volte a acontecer na área.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS