Esse é um dos conflitos mais antigos do mundo – a disputa por Nagorno-Karabakh.

Mas o que está por trás disso?

Azerbaijão e Armênia vêm lutando por esse território há mais de 3 décadas.

Tudo acontece aqui, dentro dessas linhas pontilhadas. Na década de 1920, a área se tornou parte da antiga União Soviética.

Nagorno-Karabakh tinha uma grande população de etnia armênia, mas era controlada pelo Azerbaijão.

Quando a União Soviética começou a se desintegrar no fim dos anos 1980, tensões étnicas começaram a ressurgir.

Isso detonou um confronto violento entre tropas do Azerbaijão e armênios étnicos que pediam a separação da região.

Quando o território declarou sua independência, o conflito escalou para uma guerra.

Anos de derramamento de sangue e sofrimento se passaram.

Com fortes laços culturais e históricos, a Turquia apoia o Azerbaijão.

Já a Rússia tradicionalmente foi mais próxima dos armênios, mas recentemente as duas partes se distanciaram.

Em 1994, os russos mediaram um acordo de cessar-fogo que deixou a região sob controle armênio, mas ainda reconhecida internacionalmente como parte do Azerbaijão.

Só que a tensão sempre permaneceu em torno de Nagorno Karabakh, com períodos de confronto entremeados por épocas de relativa calma.

Nos últimos meses, o território ficou isolado após um bloqueio imposto pelo Azerbaijão. A Armênia acusa o vizinho de impedir o envio de alimentos para os habitantes da região, enquanto a outra parte diz que seu objetivo é evitar o contrabando de armas.

O Azerbaijão afirma que ofereceu comida e ajuda diversas vezes mas os armênios em Nagorno-Karabakh recusaram as ofertas.

Curtiu? Inscreva-se no canal da BBC News Brasil! E se quiser ler mais notícias, clique aqui: https://www.bbcbrasil.com

#bbcnewsbrasil #shorts #guerra #nagorno-karabakh #azerbaijão #armênia