Motorista de Porsche de R$ 1 milhão bate em Sandero, mata condutor e foge

HomeInternacional

Motorista de Porsche de R$ 1 milhão bate em Sandero, mata condutor e foge

Acidente ocorreu na madrugada deste domingo na Avenida Salim Farah Maluf, na zona leste de São Paulo; vítima trabalhava para serviços de transporte por aplicativo

Divulgação/Polícia Civil de SP
Porsche avaliada em R$ 1 milhão destruído após acidente na zona leste de São Paulo

Um acidente envolvendo um Porsche avaliado em mais de R$ 1 milhão resultou na morte de um motorista em São Paulo. O empresário de 25 anos, identificado como Fernando Sastre de Andrade Filho, é suspeito de colidir seu veículo de luxo na traseira de um Renault Sandero, causando o acidente fatal. A colisão ocorreu na madrugada deste domingo (31) na Avenida Salim Farah Maluf, na zona leste da capital paulista. Testemunhas relataram à Polícia Civil que o empresário estava em alta velocidade, ultrapassou o limite de velocidade da via e perdeu o controle do Porsche, atingindo o Sandero conduzido por Ornaldo da Silva Viana. O motorista do Sandero, de 52 anos, que trabalha para serviços de transporte por aplicativo, foi socorrido em estado grave e levado ao Hospital Tatuapé, onde veio a óbito devido aos ferimentos.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Um passageiro do Porsche, de 22 anos, também foi hospitalizado para receber atendimento médico. A mãe de Andrade Filho compareceu ao local do acidente e informou que levaria o filho ao hospital para tratar de um ferimento na boca. No entanto, quando a polícia foi procurá-los para prestar esclarecimentos, eles não foram encontrados. O empresário está sendo investigado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além de omissão de socorro, por fugir do local do acidente. A investigação em andamento busca imagens de câmeras de segurança que possam ter registrado a colisão para análise. O registro policial foi feito no 30º Distrito Policial (Tatuapé). A Jovem Pan não conseguiu contato com a defesa do suspeito. O espaço está aberto para qualquer manifestação.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS