Ministro liga para Boulos para discutir crise da Enel – 02/04/2024 – Painel

HomePolítica

Ministro liga para Boulos para discutir crise da Enel – 02/04/2024 – Painel

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, telefonou para o deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) nesta segunda-feira (1º) para tratar da atuação da distribuidora de eletricidade Enel e da série de apagões recentes na capital paulista.

Na ligação, segundo apurou o Painel, o ministro se colocou à disposição de Boulos no enfrentamento da questão. Até o momento, ele não ligou para o prefeito Ricardo Nunes (MDB), também pré-candidato.

Nesta segunda, o Ministério de Minas e Energia determinou à agência reguladora Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) a abertura de processo que pode levar à cassação da concessão da Enel.

O documento cita a série de apagões recentes na cidade de São Paulo e fala em “histórico de falhas e transgressões” da empresa privada perante suas obrigações. O objetivo da pasta é saber se a Enel descumpriu com o contrato, se tem condições técnicas de seguir operando e se atendeu a ordem recente da Aneel para regularizar seus serviços.

“O ministério está tomando medida extremamente radical, importante e educativa para outras distribuidoras de energia”, disse Silveira em entrevista à GloboNews, na manhã desta segunda.

Ao canal de TV, ele afirmou ainda que a empresa tem mais de R$ 300 milhões em multas não pagas. A concessionária disse que já pagou R$ 55 milhões deste montante, e que recorre do restante do valor. A Enel afirmou também que cumpre integralmente o contrato.

Nos últimos meses, a Enel também tem sido alvo de críticas do prefeito Ricardo Nunes. Em março, ele enviou representações ao TCU (Tribunal de Contas da União) e à Aneel para pedir a rescisão do contrato.

“É uma medida acertada, porém demorada. Chegou o momento do governo federal entender toda a problemática e todo sofrimento das pessoas que são clientes da Enel na cidade de São Paulo. É perceptível que a Enel não tem condições para tocar esse processo, falta investimento”, disse o emedebista nesta segunda.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS