Ministério da Saúde aponta que 11,3% dos brasileiros têm depressão

23

Uma pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde mostra que 11,3% dos brasileiros foram diagnosticados com depressão em 2021. O estudo Vigitel é feito por telefone periodicamente e sua última versão foi divulgada no último dia 7 de abril. Os resultados mostram que mais mulheres são diagnosticadas (14,7%) do que homens (7,3%), e que há diferenças regionais entre os moradores das 27 capitais do país. Há mais mulheres com depressão em Belo Horizonte (MG, 23%) e Campo Grande (MT, 21,3%) do que em Belém (PA, 8%) e São Luís (MA, 9,6%). Entre os homens, a prevalência é maior em Porto Alegre (RS, 15,7%) e Florianópolis (SC, 12,9%). Salvador (BA, 4,2%) e Rio Branco (AC, 4,3%) têm o menor coeficiente entre as cidades. Em geral, a cidade com mais casos é Porto Alegre (17,5%) e a com menos, Belém (7,2%). Conforme noticiou o portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, o estudo não sugere explicações para os resultados, mas um levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostra que, durante a pandemia, as mulheres tiveram a saúde mental mais afetada que os homens. Segundo o órgão internacional, as responsabilidades de cuidado caíram sobre elas, além de serem mais frágeis economicamente, por recebem salários mais baixos.Fonte: Bahia Notícias