Manon Fiorot vence e fica perto do ‘title shot’

HomeÚltimas Notícias

Manon Fiorot vence e fica perto do ‘title shot’




Manon Fiorot venceu Erin Blanchfeld

Foto: Divulgação/UFC / Esporte News Mundo

O UFC foi até Atlantic City neste sábado (30) para mais um evento da principal organização de MMA do mundo. A noite reservou para a luta principal um duelo crucial da categoria dos moscas entre a americana Erin Blanchfield e a francesa Manon Fiorot.

Não foi a melhor das lutas, mas Fiorot foi quem ditou o ritmo e teve os melhores momentos. Com a americana sem conseguir impor seu jogo, a francesa administrou o combate e levou para casa a vitória.

A luta

A francesa iniciou a luta indo para cima e aproveitou a primeira chance que teve para derrubar Blanchfield, que lutava em casa. No entanto, a americana conseguiu achar um espaço para buscar uma guilhotina, sem sucesso. O primeiro round foi bastante disputado, com Fiorot conseguindo ter mais ação ofensiva, embora Blanchfield tentasse mais travar o combate de algum modo para levá-lo para o chão.

Com melhor forma física e mais força que a rival, a francesa ditou o ritmo do segundo round, usando bem os golpes de encontro e tendo mais domínio diante da adversária. Blanchfield se movimentava bem, mas pouco conseguia chegar em Fiorot tanto em pé como em tentativas de queda, principalmente indo para o clinche, este bem defendidp.

A luta viu um terceiro round bastante morno, em que Fiorot seguia dominando e deixando pouco espaço para a resposta da americana. Mesmo com algumas vaias surgindo na arena. a francesa preferiu administrar o round e também o começo do quarto até Blanchfield ir para cima de vez e arriscar a trocação forte, mas sem conseguir ser tão contundente e assim deixando a rival a voltar a ditar o ritmo.

Um chute alto de Blanchfield voltou a agitar a torcida no quinto round, este respondido pela francesa. As duas lutadoras tiveram mais um momento de briga franca, mas a americana novamente reduziu o ritmo e deixou a francesa voltar a tomar conta do combate. Nem, mesmo uma tentativa de queda assustou Fiorot, que calmamente manteve o ritmo para conseguir a vitória e a ficar mais perto de lutar pelo cinturão dos moscas do UFC.

+ Para saber tudo sobre o UFC siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

As ‘dedadas da polêmica’

O UFC Atlantic City viu a polêmica tomar conta também neste sábado, em luta envolvendo brasileiro. Bruno Blindado encarou o ex-campeão dos médios Chris Weidman e o combate começou agitado, com os dois lutadores indo para cima e sem poupar esforços na trocação. No segundo round, Blindado tratou de buscar o jogo em pé, mas não conseguia pressionar o americano.

Weidman se defendia bem no começo da segunda parte, mas logo ambos voltaram a ir com tudo para a trocação franca. No terceiro round, o ‘All-American’ seguia em cima e frustrava o brasileiro com pé. E foi aí que se deu o lance polêmico da noite no UFC Atlantic City.

Em um dado momento, o americano foi para cima e derrubou o brasileiro, que logo foi vítima de ‘ground and pound’ massivo até o árbitro encerrar a luta. No entanto, as imagens da transmissão do evento mostraram que Bruno Blindado havia levado uma série de dedadas no olho, que foram as que resultaram na queda que gerou a vitória do ex-campeão.

Com as imagens, foi decidido pela Comissão Atlética de New Jersey que Weidman seria mesmo o vencedor do combate, mas ao invés de um nocaute técnico, ela se transformou em vitória por decisão técnica, já que o americano estava à frente nas papeletas dos juízes laterais e não havia forma de recomeçar ou até retirar o resultado. Assim, o ‘All-American’ venceu a primeira luta desde o retorno de sua grave lesão na perna.

Virna Jandiroba ‘salva’ Brasil no UFC Atlantic City

O Brasil ainda teve mais três representantes no UFC deste sábado e apenas uma, Virna Jandiroba, venceu sua luta. A peso-palha encarou a mexicana Lupita Godinez e usou de toda a sua força no jiu-jítsu para complicar ‘Loopy’. A baiana levou a luta para o chão o quanto pode e não deixou a rival respirar quando no solo, o que deu à ‘Carcará’ a sua terceira vitória seguida.,

Vicente Luque pôs a sua fama de ‘brigador’ em jogo novamente ao enfrentar Joaquin Buckley no co-main event da noite. Depois de um primeiro round bastante disputado e com a trocação sendo o jogo de ambos, no segundo round, quando Buckley dominava o combate, Luque foi para a queda, mas acabou ficando por baixo do americano e este aproveitou para bater no ground and pound e encaixar a terceira vitória seguida.

Depois de pouco mais de um ano fora das lutas, Herbert Burns voltou ao octógono para encarar Julio Arce. O irmão de Gilbert Durinho chegou a começar a luta bem e ir forte para cima de Arce, mas o brasileiro teve ponto deduzido ao atingir por duas vezes o adversário com golpes abaixo da cintura. A postura foi repetida no segundo round, mas Herbert acabou encurralado pelo americano na trocação. Arce dominou a luta e não teve problemas para vencer.

Resultados UFC Atlantic City – Blanchfield x Fiorot

Card principal

Manon Fiorot venceu Erin Blanchfield por decisão unânime dos juízes

Joaquin Buckley venceu Vicente Luque por nocaute técnico (3:17 do R2)

Chris Weidman venceu Bruno Blindado por decisão técnica (Blindado levou dedadas no olho antes do nocaute no terceiro round)

Nursulton Ruziboev venceu Sedriques Dumas por nocaute técnico (3:18 do R1)

Kyle Nelson venceu Bill Algeo por nocaute técnico (4:00 do R1)

Chidi Njokuani venceu Rhys McKee por decisão dividida dos juízes

Card preliminar

Nate Landwehr venceu Jamall Emmers por nocaute (4:43 do R1)

Virna Jandiroba venceu Lupita Godinez por decisão unânime dos juízes

Julio Arce venceu Herbert Burns por nocaute técnico (2:00 do R2)

Dennis Buzukja venceu Connor Matthews por nocaute técnico (0:22 do R3)

Ibo Arslan venecu Anton Turkalj por nocaute técnico (1:32 do R3)

Jacob Malkoun venceu Andre Petroski por nocaute técnico (0:39 do R2)

Caolan Loughran venceu Angel Pacheco por decisão unânime dos juízes

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS