Mais de 140 mil voltaram para Ucrânia desde início da guerra, dizem autoridades

38

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Ainda que em volume muito distinto, a Ucrânia tem observado, além de uma expressiva onda de emigração com pessoas fugindo da guerra, o retorno de cidadãos ucranianos que desejam ajudar na defesa do país.

O serviço de fronteiras ucraniano publicou em um perfil oficial neste domingo (6) que pelo menos 143 mil cidadãos -80% deles homens- retornaram para o país desde o início da invasão russa.

Por outro lado, a agência informou que pouco mais de 1 milhão de pessoas deixaram o país pela fronteira oeste. Dados das Nações Unidas divulgados também neste domingo dizem que esse número passa de 1,5 milhão.

A guarda da fronteira relatou ainda que permitiu que cerca de 2.450 veículos de ajuda humanitária enviados por outros países entrassem na Ucrânia.