Leão soube pelo rádio que Rui desistiu de renunciar e de entregar governo a ele

20

O vice-governador João Leão (PP) dormiu convicto de que seria governador do estado por oito meses e soube pelo rádio, ainda no início da manhã desta segunda-feira (07), que iria continuar como vice. Sem avisar a Leão sobre a nova reviravolta na chapa do Palácio de Ondina, o senador Jaques Wagner (PT) afirmou, em entrevista à rádio Metrópole, que o governador Rui Costa recuou dá ideia de renunciar ao cargo para disputar uma vaga no Congresso e que o senador Otto Alencar (PP), até então cotado para ocupar o lugar de Wagner no palanque da base, retornaria ao páreo para concorrer ao segundo mandato. Com isso, emendou Wagner, o PT terá candidato próprio a governador. Provavelmente, o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, peferido de Rui.

Diante do mal-estar causado entre líderes do PP pela mudança aunciada por Wagner sem aviso prévio, informação confirmada por dirigentes da legenda, a cúpula pepista convocou uma reumião de emegência às 17h de hoje, na sede da Vice-Governadoria, situada no CAB, para discutir os rumos do partido na sucessão estadual. Todos os parlamentares da sigla foram chamados, incluindo o deputado Mario Negromonte Junior, que está isolado no PP por divergências com os grupos controlados por Leão e pelo também deputado federal Ronaldo Carletto. Internamente, é grande a prssão para que a legenda rompa definitivamente com a base aliada ao PT e lance candidatura avulsa de Leão ao Senado. A leitura sobre as declarações de Wagner é a de que o PP foi descartado como parceiro prioritário na chapa patrocinada pelo PT.