Juiz manda Ronnie Lessa regressar a presídio do RJ, mas volta atrás após saber de decisão da Justiça fluminense

HomePolítica

Juiz manda Ronnie Lessa regressar a presídio do RJ, mas volta atrás após saber de decisão da Justiça fluminense


Ex-PM acusado de executar Marielle Franco ficará mais 1 ano em presídio de segurança máxima no MS. Ronnie Lessa atirou contra Marielle Franco em março de 2018, no Centro do Rio
Reprodução/JN; Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/Arquivo
O juiz Luiz Augusto Iamassaki Fiorentini, da 5ª Vara Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, decidiu, nesta quarta-feira (3), renovar a permanência do ex-PM Ronnie Lessa em uma penitenciária federal do estado por mais 1 ano.
O magistrado chegou a determinar o retorno de Lessa ao RJ, alegando que não houve pedido de prorrogação do prazo pela Justiça fluminense até a data limite (21 de março), mas voltou atrás ao tomar ciência de uma decisão da 4ª Vara Criminal do Rio, do dia 19 de março.
O juiz Gustavo Gomes Kallil, da Justiça fluminense, aceitou o pedido do Ministério Público e decidiu manter Lessa no presídio federal de segurança máxima por até 3 anos. O juiz do MS reconsiderou e autorizou a permanência, mas pelo período de 1 ano.
“Apesar da nova regulamentação permitir a fixação do prazo de permanência por um período de até 3 (três) anos, a situação do preso pode ser alterada periodicamente, e não é recomendável deixar o interno, desnecessariamente, no sistema mais gravoso de cumprimento de pena”, citou Iamassaki Fiorentini.
Ronnie Lessa é acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em 2018, e recentemente teve sua deleção premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele está preso desde 2019 e foi transferido para o MS em dezembro de 2020.
Seu acordo de delação que foi base das investigações que resultaram na prisão dos irmãos Domingos e Chiquinho Brazão e do delegado Rivaldo Barbosa, suspeitos de serem os mandantes do crime.
Ronnie Lessa, acusado de matar Marielle Franco e Anderson Gomes
Reprodução

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS