Guerra na Ucrânia vem ‘após décadas de alertas de que expansão da Otan poderia provocar Rússia’

28

À medida que os combates se intensificam na Ucrânia, duas versões da realidade subjacente ao conflito apresentam uma divisão profunda, sem conceder qualquer fundamento à outra.

A visão mais difundida e familiar no Ocidente, particularmente nos Estados Unidos, é que a Rússia é e sempre foi um estado expansionista, e seu atual presidente, Vladimir Putin, é a personificação dessa ambição russa essencial: construir um novo império russo.

A visão oposta argumenta que as preocupações de segurança da Rússia são de fato genuínas — e que a expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para o leste é vista pelos russos como direcionada contra seu país.

Putin deixou claro por muitos anos que, se continuada, a expansão provavelmente enfrentaria uma séria resistência por parte dos russos, inclusive uma ação militar.

Esta perspectiva não é apenas dos russos; alguns especialistas influentes em política externa americana também compartilham dela. Entre outros, o diretor da CIA do governo Biden, William J. Burns, vem alertando sobre o efeito provocador da expansão da Otan na Rússia desde 1995.

Leia o texto: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-60584900

O BBC Lê foi lançado como podcast que você pode ouvir ou baixar no Apple Podcasts (https://podcasts.apple.com/br/podcast/bbc-l%C3%AA/id1586358051?uo=4) e no Spotify (https://open.spotify.com/show/54YV8Rd6zmvq9Ry55q9HQw)

A lista completa dos episódios nos YouTube está aqui: https://www.youtube.com/playlist?list=PLCX5XjxKTpTlB8KK68IQDWfiSMjqNwVmB

Curtiu? Inscreva-se no canal da BBC News Brasil! E se quiser ler mais notícias, clique aqui: https://www.bbcbrasil.com

#BBCLê #Ucrânia #Otan