Erupção de vulcão na Indonésia provoca temores de tsunami e mudança no clima

HomeEconomia

Erupção de vulcão na Indonésia provoca temores de tsunami e mudança no clima

Autoridades da Indonésia emitiram alerta de tsunami depois que o vulcão Ruang, localizado na província de Celebes do Norte, entrou em erupção pelo menos cinco vezes nas últimas 24 horas. Uma nuvem de fumaça de quilômetros de distância tomou conta do local e forçou a evacuação de milhares de pessoas de suas casas.  

O Monte Ruang, um estratovulcão, entrou em erupção pela primeira vez às 21h45 (horário local) na terça-feira (16) e manteve atividades sísmica intensa nas 24 horas seguintes. O Centro de Vulcanologia e Mitigação de Desastres Geológicos da Indonésia determinou um nível de alerta 4, o estágio mais alto. 

As repetidas explosões levantaram temores de que uma parte do vulcão desmorone no mar e provocando um tsunami, como aconteceu em 1871. A ilha de Tagulandang, a nordeste do vulcão, onde vivem cerca de 20 mil pessoas está em risco. Não houve relatos de mortos ou feridos até agora.  

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

Segundo as autoridades, pelo menos 11 mil moradores de áreas próximas já foram evacuados. A recomendação e de manter o máximo de distância possível da região e não entrar em um raio de seis quilômetros da cratera ativa do vulcão.  

O aeroporto internacional mais próximo, na cidade de Manado, foi fechado por 24 horas devido as grandes colunas de fumaça e cinzas que continuam a sair da montanha. O vulcão ainda lançava uma coluna de fumaça na manhã de quinta-feira (18), segundo informações do jornal britânico The Guardian.  

Risco para o clima  

Autoridades meteorológicas acreditam que a grande quantidade de material vulcânico lançado na atmosfera pela erupção do vulcão Ruang poderá impactar o clima do planeta. De acordo com o MetSul, ainda não foi divulgado o índice de explosividade desta erupção, que indicará o potencial de impacto, podendo ser nulo a elevado.  

Continua depois da publicidade

Os vulcões têm uma escala chamada Índice de Explosividade Vulcânica (VEI), semelhante à Escala Richter, utilizada para medir a força dos terremotos. Esse método mede a quantidade de material vulcânico é ejetado e lançado na atmosfera, além do tempo de duração das erupções. 

Segundo O Globo, em 1991, uma enorme erupção do vulcão Pinatubo, nas Filipinas, foi responsável por causar resfriamento do planeta por dois anos. A erupção foi classificada como VEI-6, ou extraordinariamente forte, em uma escala até 10.  

Outro caso teria sido do vulcão indonésio Tambora, em 1815, que levou tanto enxofre para a estratosfera que diminuiu a luz solar a ponto de reduzir as temperaturas globais em cerca 1°C por anos. Isso desencadeou o “Ano Sem Verão”, em 1816. 

Ainda não há uma análise sobre a atual erupção do Ruang, mas a magnitude e evolução da atividade preocupa especialistas, que já consideram que pode haver alterações caso a erupção ganhe força, mesmo que os efeitos sejam mínimos. A quantidade de enxofre emitida até o momento, conforme dados de satélites, não foi alta. 

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS