Em pouco mais de um ano, Coritiba já recebeu mais de 200 autistas em camarote exclusivo

HomeÚltimas Notícias

Em pouco mais de um ano, Coritiba já recebeu mais de 200 autistas em camarote exclusivo

Coxa foi pioneiro na implementação de espaço específico para autistas, conta com uma torcida singular e planeja ações durante abril




Foto: Divulgação/Coritiba – Legenda: Coritiba inaugurou um camarote no Couto Pereira que atende necessidades específicas para ajudar na inclusão dos autistas / Jogada10

O Coritiba é pioneiro no Brasil em adaptação e inclusão de autistas nos estádios. Afinal, foi o primeiro clube do país a implementar um camarote específico para o grupo no Couto Pereira. Em pouco mais de um ano, o espaço específico para acomodá-los já recebeu mais de 200 pessoas autistas. O local tem capacidade para acomodar dez pessoas por jogo. No caso, cinco autistas e cinco acompanhantes.

Vale ressaltar que o dia 2 de abril celebra-se o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. O Coxa ainda conta com a torcida ‘Autistas Alviverdes Coritiba’, além de planejar ações envolvendo este grupo para homenageá-los. Bem como incentivar e orientar a inclusão dos mesmos.

Camarote do Coritiba exclusivo para autistas

O Camarote de Acomodação Sensorial no Estádio Couto Pereira foi inaugurado no dia 7 de novembro de 2022. O espaço, aliás, foi uma parceria entre o clube e o Instituto ICO, especialista em inclusão. Este trabalho em conjunto teve como objetivo pensar e atender várias particularidades que envolvem o mundo autista e teve como foco reduzir estímulos sensoriais e fazer com que o ambiente oferecesse condições acústicas, térmicas e de iluminação favoráveis.

O resultado foi a criação de uma gama de experiências que minimizam as principais dificuldades que pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista) costumam enfrentar.

“O tratamento acústico das paredes e do teto, por exemplo, foram feitos para reduzir o nível de barulho do estádio ao máximo. Do lado externo, microfones captam a sonoridade que pode ter seu volume calibrado em caixas de som internas, de acordo com a necessidade de cada um. Houve uma personalização da iluminação do ambiente, sendo feita por meio de luz indireta, e proporcionando um maior conforto visual”, detalhou Henrique Aguiar, gerente de negócios do Coritiba.

“Planejamos que até o mobiliário pudesse garantir a melhor experiência para o público autista. A poltrona alta atua para que o indivíduo possa se isolar e se reorganizar sensorialmente, caso seja necessário. É um tema em que o Coritiba foi pioneiro no país, estamos conseguindo atender os torcedores e proporcionar a inclusão no Couto Pereira”, acrescentou o dirigente do Coxa.

Para custear o projeto, o clube organizou um leilão beneficente com as camisas utilizadas pelos jogadores do time, na partida que culminou em vitória e no título paranaense de 2022. Ao todo, a arrecadação foi de R$ 105 mil. O pioneirismo do time alviverde lhe rendeu o prêmio de “Melhor Ação Social ou Sustentável” na Confut Sudamericana 2023.

Demais ações do Coxa para os autistas

Durante o mês de abril, o Coritiba ainda prevê uma série de ações. Entre elas o desenvolvimento de um fone de ouvidos para autistas, doação de camisas para o Instituto ICO leiloar, entrada em campo de crianças autistas com grau leve com os atletas como mascotinhos.

Está previsto também o lançamento de um vídeo sobre autismo que terá a finalidade para falar sobre o camarote do Coxa, os perfis autistas e suas necessidades. O conteúdo promete depoimentos de outros autistas e familiares para falar sobre o tema e ampliar a conscientização dos demais torcedores.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS