Coren-BA repudia ataque racista a enfermeira em maternidade de Itabuna

HomeBahia

Coren-BA repudia ataque racista a enfermeira em maternidade de Itabuna

O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia manifestou-se após a episódio de racismo envolvendo o médico Luiz Leite, em que a enfermeira Marilian Gabriela dos Reis foi vítima. O órgão de controle enviou a seguinte mensagem.

 

Nota de Repúdio

O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) repudia veementemente o ato de racismo perpetrado contra uma enfermeira, que realizava auditoria na Maternidade Otaciana Pinto, ex-Maternidade da Mãe Pobre, em Itabuna, nesta quarta-feira (21).

O médico obstetra Luiz Leite proferiu palavras ofensivas e racistas, atacando a dignidade e a integridade da profissional de Enfermagem. A declaração discriminatória, “Se você é bonita desse jeito é porque tem sangue de branco”, é inaceitável e vai contra os princípios éticos e humanos que regem a prática da saúde.

O Coren-BA enfatiza que a enfermagem é composta por profissionais dedicados e qualificados, que merecem respeito e igualdade em seus ambientes de trabalho. Nenhum profissional deve ser submetido a discriminação, seja ela racial ou de qualquer outra natureza.

A denúncia formalizada pela enfermeira evidencia a importância da conscientização e combate efetivo contra atitudes discriminatórias. Acreditamos na justiça e na responsabilização do agressor, reafirmando nosso compromisso com a promoção de um ambiente de trabalho seguro, respeitoso e inclusivo para todos os profissionais de enfermagem.

O Coren-BA solidariza-se com a enfermeira, oferecendo apoio neste momento delicado. Estaremos acompanhando o desdobramento do caso.

Ressaltamos a importância de repudiar energicamente todas as formas de discriminação e reforçamos nosso compromisso com a construção de uma sociedade mais justa, igualitária e livre de preconceitos. (Relembre aqui)

Fonte: Diário Bahia

COMMENTS