Como controlar a taquicardia (coração acelerado)

HomeLifestyle

Como controlar a taquicardia (coração acelerado)

Para controlar rapidamente a taquicardia, mais conhecida como coração acelerado, é aconselhado respirar fundo por 3 a 5 minutos, tossir com força 5 vezes ou colocar compressa de água fria no rosto, pois isto ajuda a controlar os batimentos do coração.

A taquicardia acontece quando os batimentos cardíacos ficam acima de 100 bpm, podendo ser causada por estresse, ansiedade ou consumo de bebidas que contenham cafeína, mas também pode ser indicativo de problemas de saúde, como arritmias, insuficiência cardíaca ou infarto, por exemplo. Veja as principais causas de taquicardia.

Essas técnicas podem ajudar a controlar a taquicardia, no entanto, se durar mais de 30 minutos, acontecer durante o sono, a pessoa desmaia ou apresenta sintomas como dor no peito, falta de ar ou formigamento no braço, deve-se ligar para o SAMU no 192 ou levar a pessoa imediatamente ao pronto-socorro, pois pode indicar problema no coração que necessita de tratamento imediato com o cardiologista.


Como desacelerar o coração

Algumas técnicas que podem ajudar a normalizar os batimentos cardíacos são:

  1. Respirar fundo, inspirando o ar pelo nariz e expirando o ar pela boca lentamente 5 vezes;
  2. Ficar em pé e dobrar o tronco em direção às pernas;
  3. Colocar compressa gelada no rosto ou lavar o rosto em água fria por 20 a 30 segundos;
  4. Tomar um banho frio ou beber um copo de água gelada;
  5. Tossir com força 5 vezes;
  6. Prender a respiração e fazer força como se estivesse evacuando;
  7. Assoprar soltando o ar lentamente com a boca semifechada 5 vezes;
  8. Fazer contagem dos números do 60 para o 0, de forma lenta e olhando para cima;
  9. Fazer a manobra de Valsalva, prendendo a respiração, segurando o nariz com os dedos e, em seguida, forçar a saída de ar, fazendo pressão. Veja como fazer a manobra de Valsalva corretamente.

Após utilizar estas técnicas, os sintomas de taquicardia, que podem ser cansaço, falta de ar, mal estar, sensação de peso no peito, palpitações e fraqueza vão começar a diminuir, acabando por desaparecer após alguns minutos.

Caso a taquicardia dure mais de 30 minutos, ou a pessoa tenha dormência em um lado do corpo ou desmaie é recomendado ir ligar para o SAMU no telefone 192, pois estes sintomas podem indicar alguma problema no coração, que requer um tratamento no hospital, que pode incluir o uso de remédios diretamente na veia.

Não ignore os seus sintomas!

Priorize sua saúde. Descubra a causa dos seus sintomas e receba o cuidado que precisa.




Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Remédios para controlar a taquicardia

Se a taquicardia acontecer várias vezes no dia a dia é recomendado consultar um médico cardiologista que poderá solicitar exames como eletrocardiograma, ecocardiograma ou até mesmo holter de 24 horas para que a frequência cardíaca seja monitorada e esteja adequada para a idade da pessoa. Veja quais são os valores da frequência cardíaca normal para cada idade.

Após o médico analisar os exames, poderá indicar remédios para controlar a taquicardia, como amiodarona ou flecainida, normalmente são utilizados quando se tem uma doença que provoca taquicardia sinusal e, por isso, só devem ser tomados sob orientação de um médico.

No entanto, alguns remédios ansiolíticos, como o alprazolam ou o diazepam, podem ajudar a controlar a taquicardia, especialmente quando é provocada por situações de excesso de estresse. Normalmente, estes medicamentos são receitados pelo médico para serem usados quando a pessoa apresenta sintomas intensos de ansiedade.

Tratamento natural para taquicardia

Algumas medidas naturais podem ser feitas para diminuir os sintomas da taquicardia e estas medidas estão relacionadas, principalmente, a mudanças no estilo de vida como evitar ingerir bebidas com cafeína e álcool e parar de fumar.

Além disso, é importante manter uma dieta saudável, com menos gordura e açúcar, fazer exercício físico, pois isto ajuda a liberar endorfinas no corpo que são substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar.

Também é necessário realizar atividades que reduzem o estresse e ansiedade, como meditação, por exemplo. Veja como se livrar do estresse.

Quando ir ao médico

É recomendado ir imediatamente ao pronto-socorro ou consultar o cardiologista quando a taquicardia:

  • Demora mais de 30 minutos para desaparecer;
  • Há sintomas como dor no peito que irradia para o braço esquerdo, formigamento, dormência, dor de cabeça ou falta de ar;
  • Surge mais de 2 vezes por semana;
  • Desmaio.

Nestes casos, a causa da taquicardia pode estar relacionado a algum problema mais sério no coração e o tratamento deve ser orientado por um cardiologista.

Imagem do autor

Pós-graduado em Fitoterapia Clínica Avançada e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.





98% dos leitores

acham este conteúdo útil



(306 avaliações nos últimos 12 meses)

Histórico de atualizações

Atualizamos regularmente os nossos conteúdos com a informação científica mais recente, para que mantenham um nível de qualidade excepcional.

Bibliografia
  • HOEVELMANN, J.; et al. Irregular, narrow-complex tachycardia. Cardiovasc J Afr. 29. 3; 195-198, 2018
  • MAHTANI, A. U.; NAIR, D. G. Supraventricular Tachycardia. Med Clin North Am. 103. 5; 863-879, 2019
  • AL-ZAITI, S. S.; MAGDIC, K. S. Paroxysmal Supraventricular Tachycardia: Pathophysiology, Diagnosis, and Management. Crit Care Nurs Clin North Am. 28. 3; 309-16, 2016
  • CHIN, A.; et al. An approach to the patient with a suspected tachycardia in the emergency department. S Afr Med J. 106. 3; 246-50, 2016
  • HEALTH DIRECT AUSTRALIA. Tachycardia. 2023. Disponível em: <https://www.healthdirect.gov.au/tachycardia>. Acesso em 03 nov 2023

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS