Como avanço de Le Pen fez esquerda, centro e direita virarem pró-Macron na França

16

Após uma vitória fácil quatro anos atrás, o atual presidente da França, Emmanuel Macron, deve ter uma disputa mais dura em sua busca pela reeleição.

Marine Le Pen, mesma candidata da direita radicial que perdeu para Macron em 2017, chega com mais força no segundo turno das eleições presidenciais francesas desde ano.

Macron liderou o primeiro turno com cerca de 28% dos votos, segundo as projeções, desempenho melhor do que o previsto nas últimas pesquisas, nas quais o atual presidente vinha caindo progressivamente.

Le Pen teria obtido em torno de 23% dos votos.

Diante da proximidade nos percentuais, candidatos derrotados de diferentes partes do espectro político, do comunismo à direita tradicional que já comandou o país, lançaram apelos a seus eleitores para que votem em Macron.

Nossa reporter Nathalia Passarinho conta como foi o primeiro turno e o que esperar da etapa decisiva, que ocorre em 24 de abril – e que é vista como crucial não só para futuro da França, como da Europa.

Confira.

Reportagem em texto:
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-61062156

Curtiu? Inscreva-se no canal da BBC News Brasil! E se quiser ler mais notícias, clique aqui: https://www.bbcbrasil.com