Brasileiro de 5 anos de idade entra em clube internacional de gênios

22

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Uma criança de São Paulo, de 5 anos de idade, é o mais jovem brasileiro a ser aceito no Mensa International, sociedade britânica fundada em 1946, que reúne pessoas de alto QI do mundo. Theo Costa Ribeiro atingiu 146 pontos, o que equivale a 99,8 de percentil em uma série de testes que duraram 6 dias.
Antes dele, outras crianças também foram aceitas pela sociedade de gênios. De São Paulo, Gustavo Saldanha, com 8 anos de idade, havia obtido 140 pontos de QI desvio padrão 15, o que equivale a 99,6 de percentil, também aprovado na Mensa Internacional. E com 7 anos, Romeu Gutvilen do Rio de Janeiro, atingiu pontuação de 138 e 99,43 de percentil, ficando acima da média brasileira que é de 87 e 20, respectivamente.

Os testes realizados com Theo comprovaram que ele possui hoje a capacidade intelectual de uma pessoa de quinze anos. Após seis meses de análises, a Mensa International respondeu à solicitação dos pais do garoto e aprovaram o ingresso.

Mudanças na rotina
Após os testes, Theo teve algumas mudanças no dia a dia, conta o pai da criança, Ygor Ribeiro. Theo adiantou uma série, e agora estuda o segundo ano, devido ao seu desenvolvimento cognitivo.

"Existia a possibilidade de adiantar mais que um ano, mas optamos por ir aos poucos, pois o emocional é importante também. O Theo foi muito bem e não nos surpreendeu em ter feito amizade rapidamente com os novos colegas", disse Ygor Ribeiro.

Segundo o neurocientista e mestre em psicologia, doutor Fabiano de Abreu Agrela, que assessora o menino Theo e também Gustavo Saldanha, membros da Mensa, "temos um promissor gênio brasileiro".
Agrela, também membro da Mensa International, Intertel e Triple Nine Society, esta última a mais restrita sociedade de alto QI do mundo, disse que o menino um dia pode fazer parte desta sociedade.

"Eu acredito que com o trabalho e educação que estamos fazendo com o menino, ele possa, quando tiver mais idade, alcançar esta pontuação. Não estou dizendo que QI se aumenta, mas ele tem sim uma variável que se pode alcançar." disse o doutor, que tem 155 a 188 pontos de QI e faz parte de quatro sociedades.Veja a tabela que configura um gênio, de acordo com as classificações da tabela do QI
Gênio – acima de 144 pontos
Superdotado – de 130 a 144 pontos
Acima da média – de 115 a 129 pontos
Média alta – de 100 a 114 pontos
Média baixa – de 85 a 99 pontos
Abaixo da média – de 70 a 84 pontos
Baixo – de 55 a 69 pontos Muito baixo – menos de 55 pontos
(Fonte: Mensa International)

Noticias ao Minuto