Bienal do Livro da Bahia terá mais de 100 horas de conteúdo para todos os públicos

HomeSalvador

Bienal do Livro da Bahia terá mais de 100 horas de conteúdo para todos os públicos

Da Redação

A Bienal do Livro Bahia retorna entre os próximos dias 26 de abril a 1º de maio, no Centro de Convenções de Salvador, na Boca do Rio, reunindo 170 convidados do mercado editorial. O evento, correalizado pela Prefeitura, terá como tema nesta edição “As Histórias que a Bahia Conta”.

Personalidades e artistas estarão presentes na ocasião, produzindo mais de 100 horas de conteúdo para todos os públicos, em três diferentes espaços da programação cultural oficial: Café Literário, Arena Jovem e Espaço Infantil. Na edição anterior, realizada em 2022, o evento alcançou a marca de 90 mil visitantes, sendo 20 mil pessoas em um único dia.

Entre os convidados estão autores internacionais, como o iraniano-americano Abdi Nazemian, autor dos livros “Tipo uma história de amor” e “O legado de Chandler”, e Scholastique Mukasonga, sobrevivente dos massacres de Ruanda ocorridos na década de 1990 e autora de “Nossa Senhora do Nilo” e “A Mulher de Pés Descalços”. Alguns dos principais expoentes da literatura brasileira contemporânea também fazem parte da programação, dentre eles estão Itamar Vieira Jr., Pedro Rhuas, Paula Pimenta, Socorro Acioli e Thalita Rebouças; além de celebridades como Daniela Mercury, Bruna Lombardi e Zélia Duncan.

Os ingressos para o evento já podem ser adquiridos no site oficial do evento (https://bienaldolivrobahia.com.br/). A entrada custa R$30 (inteira) e R$15 (meia). Durante os dias da Bienal haverá também bilheteria física no próprio espaço do evento.

A diretora Tatiana Zaccaro, da GL Events Exhibitions, empresa que administra o Centro de Convenções, afirma que a Bienal do Livro Bahia se consagra como um espaço de celebração da representatividade. “Isso faz com que a Bienal Bahia seja um evento de grande importância para o fomento da cultura de um estado que é tão importante para o Brasil, assim como uma oportunidade para aproximar os leitores do universo dos livros. Ela nos apresentará uma programação bastante diversa, rica, plural e propositiva de novas ideias, como é a própria Bahia. É um evento com identidade e personalidade próprias, que cresce cada vez mais”, detalhou.

Mais de 200 marcas expositoras já estão confirmadas, inclusive as quatro principais editoras do país: Companhia das Letras, HarperCollins Brasil, Rocco e Globo Livros, que levarão para os estandes seus principais títulos, lançamentos e ações especialmente pensadas para o público baiano.

Participação da FGM – Nesta edição, o projeto Caminhos da Leitura, da Fundação Gregório de Mattos (FGM), também retorna à Bienal. A programação da FGM, por meio do projeto, é dedicada ao público infantil e terá contação de histórias, apresentações e diversas atividades.

No primeiro dia (26/4), às 12h30, o projeto apresenta Boca de Cena – História de Raíz, com contações de histórias tradicionais. No dia seguinte (27/4), às 12h, é a vez contação do livro Poesia para Bebês, de Denise Bela. Já no domingo (28/4), às 12h, o projeto apresenta o espetáculo Eu vim da Bahia Mirim, do Grupo Currupio.

Na segunda-feira (29/4), às 16h30, o Caminhos da Leitura traz para o público Mini Recital Maria Felipa | Bonde da Calu. Na terça-feira (30/4), às 13h, será apresentado “As Aventuras e travessuras no 2 de Julho”, com o Palhaço Tizu. Para encerrar a Bienal de 2024, no dia 1º de maio, às 13h, a FGM apresenta o Biblioterapia.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS