Atlético-MG pode aproveitar fase ruim do Caracas para melhorar números em estreias de Libertadores

HomeEsporte

Atlético-MG pode aproveitar fase ruim do Caracas para melhorar números em estreias de Libertadores

Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

Atlético-MG pode aproveitar fase ruim do Caracas para melhorar números em estreias de Libertadores

O Atlético-MG
estreia na Conmebol Libertadores contra o Caracas (VEN) nesta quinta-feira, às 19h, no Estádio Olímpico, na Venezuela. O Galo precisa superar o retrospecto irregular em estreias na competição em sua 14ª participação na história da Liberta. Apesar dos números ruins, o adversário não vive o melhor momento, o que pode facilitar as coisas.

Focando primeiro nas estreias, ao todo, são cinco vitórias, cinco empates e três derrotas, com 51,2% de aproveitamento no primeiro jogo da Libertadores. O desempenho em estreias fora de casa, por sua vez, já é melhor. O Atlético-MG
conta com três vitórias, dois empates e apenas uma derrota para o Colo-Colo, do Chile, em 2015.

Estreias do Atlético-MG na fase de grupos da Libertadores

  • 2023 – Atlético 0 x 1 Libertad-PAR
  • 2022 – Tolima-COL 0 x 2 Atlético
  • 2021 – Deportivo La Guaira-VEN 1 x 1 Atlético
  • 2019 – Atlético 0 x 1 Cerro Porteño-PAR
  • 2017 – Godoy Cruz-ARG 1 x 1 Atlético
  • 2016 – Melgar-PER 1 x 2 Atlético 
  • 2015 – Colo-Colo-CHI 2 x 0 Atlético
  • 2014 – Zamora-VEN 0 x 1 Atlético
  • 2013 – Atlético 2 x 1 São Paulo
  • 2000 – Atlético 1 x 0 Bolívar
  • 1981 – Atlético 2 x 2 Flamengo
  • 1978 – Atlético 1 x 1 São Paulo
  • 1972 – Atlético 2 x 2 São Paulo

Momento ruim do Caracas

O Caracas agiu rápido após demitir o técnico Leonardo González e anunciou a contratação de Henry Meléndez. O novo treinador já é conhecido por lá e está na segunda passagem pelo clube. Ele já trabalhou no clube nas categorias de base e chegou a comandar, de forma interna, em uma oportunidade.

No entanto, a equipe precisará da famosa chacoalhada. Até o momento os venezuelanos já acumulam oito jogos sem vencer e estão na 11ª colocação. O time só terá a favor a logística, pois não encanta dentro de campo.

Embates contra venezuelanos

O Atlético-MG
nunca enfrentou o Caracas na história. O Alvinegro carrega excelente retrospecto contra equipes da Venezuela, com oito vitórias e dois empates, que foram justamente no palco desta quinta, o Estádio Olimpico de la Universidad Central de Venezuela, nas suas duas últimas visitas ao país.

Logística

A distância de Belo Horizonte à capital da Venezuela é 6.151,9 km. O Alvinegro já preparou a logística para não sofrer com desgaste antes do duelo pela taça contra o maior rival. A delegação alvinegra irá para a capital venezuelana em voo fretado, com embarque previsto para às 14h de terça (2/4), e retorno a BH na sexta (5/4).

Atlético-MG na Libertadores

  • 04/04 –
     Caracas x Atlético – Venezuela – 19h
  • 10/04 – 
    Atlético – Rosário Central (ARG) – Arena MRV – 19h
  • 23/04 – 
    Atlético x Peñarol (URU) – Arena MRV – 21h
  • 07/05 – 
    Rosário Central x Atlético – Argentina – 19h
  • 14/05 – 
    Peñarol x Atlético – Uruguai – 19h
  • 28/05 – 
    Atlético x Caracas (VEN) – Arena MRV – 19h

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS