Aposta do governo, novo contrato de redes deve estar ativo até junho

HomeInternacional

Aposta do governo, novo contrato de redes deve estar ativo até junho

Secom tem licitação ativa de R$ 197 milhões para contratar 4 empresas de comunicação digital; expectativa é melhorar percepção sobre o gestão Lula

A principal aposta do governo federal para melhorar a comunicação da administração de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas redes sociais, um novo contrato de comunicação digital deve estar ativo até junho, segundo apurou o Poder360.

A Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República) tem licitação ativa de R$ 197 milhões para contratar 4 empresas. O objetivo é medir e segmentar melhor o desempenho federal no mundo virtual.

O contrato terá duração inicial de 1 ano. Além da Secom, os contratados deverão atender demandas dos outros órgãos que compõem a Sicom (Sistema de Comunicação de Governo do Poder Executivo Federal). Eis a íntegra da publicação (PDF – 859 kB).

A abertura da sessão pública foi em 6 de março. Apareceram para a concorrência 24 empresas, que já entregaram suas propostas. Eis os serviços que devem ser oferecidos:

  • prospecção, planejamento, desenvolvimento e implementação de soluções de comunicação digital do Sicom;
  • moderação de conteúdo e de perfis em redes sociais, análise de sentimentos e o desenvolvimento de proposta de estratégia de comunicação nos canais digitais do Sicom com base na inteligência dos dados colhidos;
  • criação e execução técnica de projetos, ações ou produtos de comunicação digital do Sicom;
  • desenvolvimento e implementação de formas inovadoras de comunicação, destinadas a expandir os efeitos da ação de comunicação digital do Sicom, em consonância com novas tecnologias.

O Planalto aposta que com essas contratações o governo poderá ter um controle melhor da entrega do conteúdo à população. A administração Lula reclama de não ter ferramentas de segmentação de entregas. Dessa forma, é como se o governo não conseguisse atingir o público alvo de cada ação lançada pela União.

O mau desempenho do governo na comunicação tem sido alvo de críticas de Lula –o próprio presidente tem atribuído publicamente à área a queda na sua popularidade. A expectativa, nos bastidores é que de maio a junho as novas ferramentas já estarão contratadas e funcionando.

Disputa pelo controle das redes

O monopólio sobre os perfis pessoais do petista no X (ex-Twitter) e no Instagram virou alvo de uma disputa entre a primeira-dama Janja da Silva e 2 dos assessores diretos mais próximos do petista, o secretário de Imprensa, José Chrispiniano, e o secretário de Audiovisual, Ricardo Stuckert.

Janja é próxima da secretária de Estratégia e Redes da Secom (Secretaria de Comunicação Social), Brunna Rosa, e quer que ela assuma o controle das contas pessoais do presidente nas redes sociais.

Atualmente, Rosa é responsável por administrar as contas institucionais da Presidência, como as páginas do governo (@govbr) e da Secom. Chrispiniano é o responsável pelo perfil pessoal de Lula no X, e Stuckert, pelo perfil pessoal do chefe do Executivo no Instagram. A divisão de tarefas entre os 2 se deu ainda na campanha e foi mantida durante o governo.

Stuckert é fotógrafo de Lula desde o início do seu 1º mandato, em 2003. Esteve com o petista durante todo o seu governo (2003-2010) e no seu período fora da Presidência –inclusive quando Lula esteve preso por 580 dias na carceragem da Polícia Federal em Curitiba (PR). No atual governo, é secretário de Produção e Divulgação de Conteúdo Audiovisual.

Chrispiniano assumiu a assessoria de imprensa de Lula quando ele deixou a Presidência, em 2010. Também permaneceu ao lado do chefe durante sua prisão na capital paranaense. Hoje, é secretário de Imprensa.

Stuckert procura ângulos e posições em que o presidente pareça mais estadista. Janja, por outro lado, gosta de mostrar cenas cotidianas de Lula, especialmente nos finais de semana. Janja já mostrou em seu perfil nas redes sociais o petista colhendo acerolas e jabuticabas, pescando e plantando uma árvore no Palácio da Alvorada. Nestas ocasiões, a própria primeira-dama costuma filmar o marido e publicar diretamente.

Desde que a pressão aumentou para que Rosa assuma as redes pessoais de Lula, o presidente apareceu em situações informais em seus perfis. Em 19 de março, foi publicado um vídeo em que pratica sua caminhada matinal no Alvorada.

A mudança de perfil das publicações foi atribuída a uma intervenção do marqueteiro Sidônio Palmeira. Com a queda na popularidade do presidente, ele foi chamado a Brasília para se reunir com Lula e com o ministro da Secretaria de Comunicação, Paulo Pimenta. Auxiliares de Stuckert, no entanto, ressaltam que o fotógrafo, vez ou outra, também faz imagens mais despojadas do presidente.

O Poder360 entrou em contato com a assessoria da primeira-dama, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem. O espaço segue aberto.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS