A Radiologia Odontológica é uma especialidade da odontologia que utiliza técnicas radiográficas para obter imagens da estrutura bucal e maxilofacial. Essas imagens são essenciais para o diagnóstico, planejamento e acompanhamento de tratamentos dentários. Segundo uma reportagem da CBS News, a Inteligência Artificial (IA) está se posicionando como um catalisador de mudanças, abrindo novos horizontes para a interpretação de imagens dentárias nos EUA.

A tecnologia IA, especificamente a tecnologia de imagem de raios-X alimentada por IA da VideaHealth, baseada em Boston, está auxiliando dentistas em procedimentos rotineiros, como identificação de cáries, e em condições mais graves, como doença periodontal ou perda óssea na boca, frequentemente associadas a doenças como diabetes ou Alzheimer.

O CEO da VideaHealth, Florian Hillen, destaca que a IA na odontologia pode ter um impacto ainda maior na sociedade e na saúde do que em qualquer outro domínio de saúde. A capacidade da IA de discernir padrões em grandes conjuntos de dados torna-a uma ferramenta potente em ambientes clínicos, especialmente no diagnóstico de condições médicas.

Dr. Michael Scialabba, diretor clínico da 42 North Dental, uma prática com mais de 113 locais em Massachusetts, vê um valor potencial imenso na IA da VideaHealth. Ele destaca que a IA melhora a consistência e qualidade do atendimento ao paciente, garantindo avaliações uniformes independentemente da experiência do dentista.

Paula de Moura, Radiologista e proprietária da Radiocenter Curitiba, comenta sobre a evolução tecnológica na área: “Em um campo tão dinâmico quanto a Radiologia Odontológica, é imperativo se manter atualizado e investir em tecnologias emergentes como a IA. Essas inovações não só elevam o padrão de atendimento ao paciente, mas também garantem que permaneçamos na vanguarda da prática clínica”.

A integração da IA na Radiologia Odontológica está em andamento, e os avanços tecnológicos continuam a influenciar a maneira como os diagnósticos são realizados. Recentemente, um artigo científico publicado na revista internacional National Library of Medicine analisou a confiabilidade e eficiência do CEFBOT, componente que utiliza inteligência artificial. À medida que mais clínicas e profissionais adotam essa tecnologia, espera-se uma melhoria contínua e ainda maior na qualidade e precisão dos diagnósticos.

292683?partnerId=3799