O secretário Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Leonardo Picciani, integrará uma das mesas redondas do 34º Encontro Técnico AESabesp/Fenasan 2023, que ocorrerá de 3 a 5 de outubro, no Expo Center Norte/SP. Com o tema “Ações frente aos futuros desafios da reestruturação do setor de saneamento básico no Brasil”, que ocorrerá no último dia do evento, às 11h, na Sala Cantareira 4.

O congresso e a feira são uma realização da Associação dos Engenheiros da Sabesp – AESabesp.

A coordenação é de Ester Feche, diretora Socioambiental e Cultural da AESabesp, e Ana Rogers, coordenadora de Comunicação da entidade. A moderação do debate será feita por Marcel Sanches, superintendente de Regulação da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Além de Leonardo Picciani, participarão da mesa Vinícius Benevides, presidente da Associação Brasileira de Agências Reguladoras (ABAR), e Filipe de Mello Sampaio Cunha, diretor da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

O objetivo desta mesa é dialogar sobre a reestruturação do setor de saneamento e a regulação, destacando que é preciso considerar questões fundamentais de interesse público, como a atração de capital, a política de subsídios, o reconhecimento das principais barreiras de entrada, como pobreza e os eventos extremos do clima, além das diferentes modalidades de contratação dos serviços no marco. A ideia é trazer não apenas essas questões, mas os planos de cada entidade e bons casos de referência para o setor, incluindo modelagens contratuais.

“Sabemos que as diferenças nas modalidades de contratação, independentemente de qual modelagem se adote, em ambiente de modelo de negócio público, privado ou de PPP (Parceria-Pública-Privada), precisamos de avançar em alguns pontos que permitam modelagens contratuais que façam com que esses desafios sejam superados”, Explica Ester Feche sobre um dos tópicos que serão aprofundados na discussão. “Neste sentido, traremos as principais vozes no tema do setor de saneamento para falar sobre isso, com o objetivo de promover realmente uma conversa sobre os planos futuros de cada um desses players neste contexto desafiador, que todos nós queremos que tenha sucesso em todos os territórios das diversas áreas do nosso país”, ressalta a coordenadora.

A executiva destaca a relevância do debate sobre o tema, com presença dos principais interlocutores e executores da política pública, respectivamente: o Ministério das Cidades, por meio Secretaria Nacional de Saneamento, e os reguladores – ANA e ABAR. “O desafio vai ocorrer no ambiente futuro da gestão do negócio e também dos contratos para o equilíbrio econômico financeiro. Isso é aplicável para qualquer tipo de modelo de negócio que se estabeleça. Neste sentido, a importância desta mesa é grande e vai trazer boas referências para aqueles que estão operando nos diversos estados do nosso país”, reforça Ester.

A coordenadora também fala sobre o que esperar desta edição do evento. “A expectativa é alta e estamos com uma grade de mesas e painéis voltados para temas aplicáveis e de grande relevância para o setor, no contexto de melhores soluções tecnológicas, regulatórias e de políticas públicas, de construção de um ambiente de capacitação de competências internacionais para os temas da Engenharia, que são fundamentais para a eficiência técnica e a eficácia social do setor de saneamento”, enfatiza.

“Estou muito otimista e muito animada com esse evento porque ele realmente pode ser considerado um divisor de águas na atual situação dentro do ambiente técnico da engenharia, regulatório e do setor de saneamento”, complementa Ester Feche.

Vitrine e ponto de encontro

Com 12 mesas redondas e 6 painéis de discussão, contemplando temas universais e que estão na pauta das principais empresas, entidades e profissionais do setor, esta edição do congresso reunirá especialistas e profissionais de elevado nível de conhecimento, como engenheiros, químicos, biólogos, técnicos, pesquisadores, estudantes, gestores e empresários que atuam no saneamento ambiental e, de forma geral, todas as pessoas interessadas no avanço da aplicação dos conhecimentos da engenharia e das inovações tecnológicas no setor, com participação de congressistas, visitantes da Feira e as mais renomadas empresas da cadeia produtiva do saneamento: fabricantes, distribuidoras e prestadoras de serviços do mercado.

A programação completa pode ser acessada neste link: https://fenasan.com.br/programacao/

Serviço

34º Encontro Técnico AESabesp/Fenasan 2023 – “Saneamento Ambiental na Globalização do Desenvolvimento Sustentável”, realizados simultaneamente à Waste Expo Brasil – de 3 a 5 de outubro

Mesa “Ações frente aos futuros desafios da reestruturação do setor de saneamento básico no Brasil”

Quando: dia 5 de outubro, das 11h às 12h30 – Sala Cantareira 4

Onde: Pavilhão Branco – Expo Center Norte, em São Paulo, capital.

Mais informações, inscrições e credenciamento na feira: https://fenasan.com.br/

292102?partnerId=3799