A corrida 21K Terra da Luz, que marcará a última prova do ano do calendário cearense de corridas de rua, vai unir esporte e turismo para os competidores. O percurso da prova, que acontece no dia 17 de dezembro, passa pelos principais pontos turísticos da cidade de Fortaleza.

A corrida conta com três categorias diferentes, 5KM, 10KM e a categoria principal, a meia maratona de 21KM. São esperados cerca de seis mil participantes para a prova deste ano.

“Fortaleza é a capital de corridas de rua no Nordeste, é a modalidade esportiva mais praticada na capital cearense. Entre atletas profissionais e amadores, é uma atividade muito democrática, para todas as idades, sexos e classes sociais. A corrida de rua em Fortaleza não tem sazonalidade, e movimenta uma economia cada dia mais crescente na cidade. E a 21K Terra da Luz tem justamente como propósito promover o esporte de rua de forma integrada com os aspectos históricos, culturais e turísticos do Ceará”, comentou Fernando Elpídio, diretor geral da meia maratona e da Nova Letra Eventos Criativos.

Com largada na Via Paisagística da nova Avenida Beira Mar, os competidores poderão apreciar, durante o percurso, a Estátua de Iracema Guardiã, Praça Cristo Redentor, Dragão do Mar, Seminário da Prainha, Teatro São José, Estátua Santa Edwiges da Leste Oeste, Mercado dos Peixes, dentre outros. A mineira Natália Dias, de 36 anos, virá à Fortaleza pela primeira vez em dezembro, e se encantou tanto pela prova que decidiu encarar uma meia maratona também pela primeira vez.

“A adrenalina para esse dia está grande, pois sempre que viajamos, gostamos de conhecer sobre a história e cultura local, visitar pontos turísticos, e como sou estudante de nutrição também gosto de conhecer a parte gastronômica, que não pode faltar. Poder juntar tudo isso ao esporte que ganhou meu coração não tem preço. Tenho certeza que será uma experiência maravilhosa”, comentou a nutricionista.

Como tema oficial de 2023, o projeto fará uma homenagem ao artesanato das areias coloridas, forte expressão artística do povo do litoral cearense. O professor de história cearense Sandoval Matoso, comemora o fato da corrida unir suas três paixões em um único momento, esporte, história e turismo. O professor ainda ressalta que esse cuidado da corrida com a história é algo muito enriquecedor e necessário para o estado do Ceará e amantes do esporte.

“Quando a corrida 21K Terra da Luz traz essa reflexão sobre os pontos históricos, lugares de memórias e patrimônios, ela colabora também com o processo de valorização patrimonial do nosso estado e da nossa história. Então quando a corrida traz essa ideia, eu passo a não percorrer mais quilômetros, mas sim a percorrer narrativas. Quantas pessoas passaram por aqui? Quantas pessoas construíram isto? Como isso impactou e impacta ainda a vida das pessoas? São questionamentos que nos fazem ter uma experiência muito maior do que apenas uma corrida”, pontuou o professor de história, Sandoval Matoso.

291518?partnerId=3799