Um recente estudo publicado pelo Portal da Indústria em julho de 2023 revelou que aproximadamente 38% das máquinas e equipamentos nas indústrias extrativa e de transformação estão atualmente fora do seu ciclo de vida estimado. Essa constatação levanta preocupações sobre a eficiência e segurança operacional desses equipamentos.

De acordo com o documento divulgado, a idade média estimada das máquinas e equipamentos utilizados na produção industrial varia consideravelmente por setor de atividade. As informações apresentadas indicam que algumas indústrias podem estar operando com equipamentos consideravelmente mais antigos do que outras, o que pode ter implicações significativas em termos de produtividade e segurança.

Uma das principais descobertas do estudo é a variação substancial na idade média das máquinas e equipamentos entre diferentes setores de atividade industrial. Esse fator é de grande relevância, uma vez que equipamentos mais antigos ou desgastados podem aumentar os riscos de falhas operacionais e acidentes, além de prejudicar a eficiência produtiva.

Conforme evidenciado pelo material, não se observam diferenças significativas entre os portes das empresas industriais em relação à idade das máquinas e equipamentos em uso. Cerca de 58% das grandes empresas, 62% das médias empresas e 64% das pequenas empresas relatam possuir máquinas dentro do ciclo de vida previsto pelos fabricantes.

José Antônio Valente, diretor da empresa de aluguel de máquinas Aluga Máquinas Sul afirmou que o documento publicado mostra que apenas 22% das máquinas e equipamentos foram produzidos após 2016 e que isso deixa claro a necessidade de investimentos em novas tecnologias no setor além da necessidade em curto prazo de se realizar manutenção e revisão de máquinas e equipamentos nas empresas. “Está claro que a indústria brasileira no geral deve fazer investimentos a medida do possível na produção de novos equipamentos para maior produtividade e segurança nas empresas”.

Ainda sobre o documento publicado, não há variações substanciais entre as diferentes regiões do Brasil em termos de conformidade com o ciclo de vida estimado das máquinas. O estudo mostra, no entanto, que a região Centro-Oeste se destaca com um percentual ligeiramente superior de empresas (66%) que operam com máquinas e equipamentos dentro das recomendações dos fabricantes.

Sobre setores da indústria, destaca-se a indústria da construção, que possui uma média de idade de máquinas e equipamentos de nove anos, menor em comparação com a indústria de transformação (14 anos) e a indústria extrativa (13 anos). Entre os setores de transformação analisados, o setor de biocombustíveis se destaca com a maior média de idade das máquinas e equipamentos, atingindo 20 anos, seguido dos setores de metalurgia (18 anos) e impressão e gravação (17 anos).

Em contrapartida, os setores com as menores médias de idade das máquinas e equipamentos incluem manutenção e reparação (10 anos), informática, eletrônicos e óticos (11 anos), couro (11 anos) e vestuário e acessórios (11 anos).

Além disso, o estudo identifica setores da indústria de transformação que apresentam um potencial significativo para a renovação de suas máquinas e equipamentos, seja por estarem próximos ao limite do ciclo de vida recomendado pelos fabricantes ou por já terem ultrapassado esse limite. Os setores de metalurgia (52% de potencial de renovação), manutenção e reparação (50%) e veículos automotores (49%) são os mais destacados nesse sentido.

Por outro lado, os setores com menor potencial de renovação na indústria de transformação são Produtos Diversos (24% de potencial de renovação), Móveis (25%) e Plástico (27%). Esses números refletem a diversidade de cenários enfrentados pelos diferentes segmentos da indústria em relação à idade e à necessidade de atualização de suas máquinas e equipamentos.

Perguntado sobre o assunto, José Antônio, afirmou que é fundamental manter em excelentes condições equipamentos e máquinas para atender as necessidades de produção das empresas no Brasil, como é o caso do aluguel de andaimes e outras máquinas e equipamentos que atendem os setores da indústria de transformação com potencial significativo de renovação. “A indústria de transformação apresenta potencial para renovação por estarem próximos do limite do ciclo de vida que cada fabricante informa”.

289404?partnerId=3799