Breno Aciolly, um dos maiores escritores de todos os tempos – filho de um desembargador nascido em Ipanema no interior de Alagoas em 1921 e falecido no Rio de Janeiro aos 45 anos – terá seu livro “Cogumelos” reeditado com ilustrações de Oswaldo Goeldi como na  primeira edição de 1949.

A iniciativa partiu de seu sobrinho, Rommel Aciolly, que, em parceria com a Oswaldo Goeldi Associação Artística Cultural, homenageia esse ícone da literatura brasileira.

Breno Aciolly, graduou-se pela Universidade de Medicina do Rio de Janeiro em 1946 na universidade de Ciências Médicas. Estreou em 1944, ainda aluno, com o livro “João Urso”, que, foi bem recebido e aclamado pela crítica. Recebeu também o prêmio Afonso Arinos da Academia Brasileira de Letras e o Prêmio” Graça Aranha” da Fundação Graça Aranha. Em 1955, Breno Aciolly redigiu seu primeiro romance, Dunas e em 1962 lançou “Os Cata Ventos”.

Os contos de Breno Aciolly resumem-se em estudos psicopatológicos e cinematográficos.

Segundo a curadora Lani Goeldi, sobrinha-neta de Oswaldo Goeldi e gestora deste projeto, a iniciativa do sobrinho Rommel Aciolly em reeditar esta obra marca o encontro do escritor com o gravador Oswaldo Goeldi na década de 40.

Esta nova edição terá como encarte um dos desenhos de Oswaldo Goeldi publicado na época e o lançamento da obra será realizado pelo sobrinho Rommel Aciolly, na cidade de Belém, na sede da Academia Paraense de Letras no dia 06/09/2023 às 19h, e posteriormente em outubro na cidade de São Paulo.

288970?partnerId=3799