A fidelização de clientes é uma prática do marketing que vem ganhando mais adeptos a cada dia no varejo. A pesquisa “Panorama da Fidelização no Brasil 2022”, divulgada pela empresa TSI (Tudo Sobre Incentivos), ajuda a entender o porquê, já que 73% dos entrevistados afirmam gostar da possibilidade de receber benefícios por compras que já fariam, enquanto que 66% veem os programas de fidelidade como uma oportunidade de economizar ou fazer o próprio dinheiro render mais.

Para fazer com que as fidelizações continuem crescendo, algumas estratégias têm se destacado, como é o caso dos conteúdos gerados pelos usuários que interagem com as marcas. Este formato estratégico consiste em compartilhar as fotos, vídeos e opiniões positivas que os clientes divulgam em suas redes sociais de forma espontânea, além da exposição de cupons de desconto.

O compartilhamento deste material, segundo André Palis, Managing Director da Media.Monks Brasil, tem se tornado uma forte ferramenta para aumentar o conhecimento das pessoas por determinado produto e, consequentemente, a sua fidelização pós-compra. “Ao contrário do conteúdo criado pela própria marca, o gerado pelos usuários é percebido como genuíno e imparcial, uma vez que é produzido por pessoas reais que tiveram experiências com o produto ou serviço. Isso gera credibilidade e ajuda a criar mais conexão com os clientes em potencial, já que as pessoas tendem a confiar mais em opiniões e recomendações de outros consumidores do que nas mensagens de marketing tradicionais”, revela Palis.

Ele ressalta ainda que, como cada cliente tem experiências e opiniões diferentes, esta diversidade enriquece a narrativa da marca, ajudando a criar uma imagem mais completa dos produtos, permitindo que os clientes em potencial tomem decisões de compra mais detalhadas.

Priscilla Levinsohn, diretora de Marketing do Colinas Shopping, em São José dos Campos, lembra que, além da divulgação dos produtos com os próprios consumidores, outras três ações essenciais para ajudar na fidelização de novos clientes: o cashback – quando o consumidor tem parte do dinheiro gasto de volta para usar em uma próxima compra; a oferta de brindes; e o frete grátis para as primeiras compras online. “Essas modalidades têm atraído e fidelizado mais os clientes novos e os antigos”, destaca.

Para Priscilla, essas ações devem ser oferecidas a longo prazo, a fim de garantir a retenção dos compradores. “Como é de grande importância para todos os varejistas ter cada vez mais vendas e retorno de clientes, as estratégias de fidelização devem ser mantidas por bastante tempo. Inclusive, devo ressaltar que a diversificação das ofertas é necessária para manter os atuais consumidores envolvidos com a marca e aumentar o interesse na fidelidade dos novos que chegam”, conclui.

287603?partnerId=3799